Bulgogi

FullSizeRender (20)
Com uns 10 anos de idade, sempre que minha mãe tinha que ir pelo lago sul, eu me divertia passeando pelo setor de embaixadas imaginando que aquelas placas que apontam para diferentes consulados, mas que na verdade só tem o nome dos países, de fato iam abrir uma estrada estilo Nárnia e eu acharia um país novo para me aventurar a 15 minutos de casa.  Fiquei muito de coração partido quando descobri que era apenas uma propaganda enganosa, e invés de um país diferente era apenas um casarão chato. Porém essa decepção tem se curado com o tanto de festivais de comida e cultura que andam acontecendo nas embaixadas e casas de culturas estrangeiras em Brasília. Jogos de futebol com telão e cerveja na embaixada alemã, pad thais na tailandesa e competição de ceviches na embaixada do Chile – Brasília teve um bom ano para curar meu dissabor da infância. E agora está prestes a ficar ainda melhor: dia 7 de Novembro, este sábado, vai ter um festival de cultura coreana ensinando a fazer pratos típicos  e vendendo diversas quentinhas, como kimchi, mandu e bulgogi! E falando em bulgogi deixo aqui a minha receita desse churrasco coreano que é divino, um prato que vive ressurgindo na minha cozinha e nunca perde o encanto de me fazer sentir como se eu estivesse pelas ruas de Seoul.
dados do evento: https://www.facebook.com/events/152920561722109/
Ingredientes (para duas pessoas que, com arroz, sabem viver bem):
400 gramas de filé – mas pode ser porco também, ou contra-filé, mas com filé fica muito melhor
1/2 maçã verde finamente ralada – ou pêra (as receitas mais originais levam pêra asiática que é difícil achar no Brasil)
1 colher de açúcar mascavo
3 colheres de shoyo
2 colheres de óleo de sésamo
1/2 pimenta de dedo vermelha ralada, ou 1 colher de chá de pasta coreana de chilli
2 alhos ralados
2 colheres de óleo vegetal para fritar
Cebolinha picada para salpicar em cima
Como fazer:
Corte a carne em pedaços finos, por volta de 0,5 cm,  a receita pede que a carne fique bem crocante, por isso tamanha fineza.
Misture todos os ingredientes, menos o óleo vegetal e a cebolinha, em um bowl, para fazer uma marinada. Deixe marinando entre uma e quatro horas, mas se não tiver tempo meia hora em temperatura ambiente ajuda muita coisa.
Em uma frigideira grande coloque uma colher de óleo e deixe esquentar bem. Coloque metade da carne (sem sucos da marinada, se possível seque um pouco), e deixe fritar bem dos dois lados, até ficar levemente crocante. Repita o processo com o resto da carne depois. Essa receita tem que ser feita em duas partes porque não se pode deixar a frigideira muito cheia, já que quando está muito cheia a carne cozinha invés de fritar.
Sirva com bastante cebolinha, uma pitada de sal e arroz!
IMG_1931

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s