Os melhores de Brasília

Gente, primeiro eu queria dizer que essa lista é pessoal – talvez não sejam os mais populares, mas são os meus favoritos, os que deixaram 2015 um ano melhor. Esses restaurantes são aqueles que melhoraram meu dia por conta de um almoço maravilhosamente servido, um jantar pecaminoso ou mesmo um docinho no meio da tarde para recuperar as energias. E são minhas melhores recomendações de Brasília! Espero que vocês aproveitem tanto quanto eu.

Melhor sanduíche: Pensei muito sobre isso. A concorrência era alta! Mas só um sanduíche me fez falar dele por aí por dias, semanas depois: o sanduíche de cupim do Naked Barbecue. Que cupim bem feito! Que quantidade perfeitamente absurda. Que cebola caramelizada!
sanduba
Melhor pão: De uma coisa em Brasília não posso reclamar – temos boas padarias. A La Boutique (em especial o pão de chorizo e pistache!) e a Varanda Pães Artesanais merecem uma menção honrosa, mas o melhor prêmio vai para a La Boulangerie e o seu maravilhoso e gigantesco baguete por 4,50. Simplicidade é tudo. Uma boa fatia daquele pão quentinho com um pedaço opulento de brie te transportam para Paris cost free.
Ps: o pão de azeitonas também vale a pedida.
IMG_3591
Melhor café da manhã: O Daniel Briand ainda segue intacto no primeiro lugar do meu coração desde 2008, quando fui lá pela primeira vez e experimentei o melhor (falo isso com todo o coração) croissant da cidade. Eles tem uma opção que duas pessoas dividem super bem por 41 reais que vem com o famoso croissant, baguete, brioche de amêndoas (um espetáculo!) e pain au chocolat. Além de geléia, queijo ementhal e um patê maison que te leva a outro mundo. Sem contar que eles servem essa combinação a qualquer hora do dia.
FullSizeRender (28)
Melhor jantar: Gero.
Poucos lugares me fazem raspar o prato, mas no Gero acontece sempre. Seja com o risoto nero com abobrinha ou com o ravioli de cordeiro ao molho funghi. Ou o gnocchi de frutos do mar. Ou o fettuccine com foie gras. Eu sinceramente podia colocar o menu todo aqui, porque tudo é bom!  Sem contar que o couvert é de outro mundo – a abobrinha frita é genial. Um lugar pra ir pra ter a certeza de ter uma noite maravilhosa.
FullSizeRender (27)
Melhor almoço: Pensei em colocar ele no melhor achado, no melhor jantar, no melhor tudo! Mas vai pro melhor almoço por conta da promoção que eles tem que inclui uma porção de duas gyozas (as melhores de Brasília), misoshiro, gohan e diferentes conservas. É o Clube Nipo. O Clube Nipo parece uma lanchonete olhando de fora, mas não se deixe enganar, naquele lugar que ninguém dá muito por tem um porco frito de mexer corações. Servem comida tipicamente japonesa, mas nada de sushi! Excelente pedida pra quem está cansado dessa mania de rodízio e quer conhecer melhor a culinária do Japão.
IMG_3024.JPG
Melhor achado:
Para esse categoria a concorrência foi enorme, 2015 foi um ano de bons achados, mas o lugar que mais tocou meu coração foi o Ashram, um indiano vegetariano que tem as melhores samosas que já comi na vida. Foi um teletransporte pra 2007 quando morei na Inglaterra e comida indiana era a pedida de todo o final de semana. Acabei ficando até tarde no restaurante e notei que o chef, um indiano que aparentemente não fala um oi em português, subiu da cozinha e ficou num canto olhando as pessoas comendo, analisando se os comensais gostavam ou não, o que me encheu de amor pelo lugar, afinal nessa onde de chef virar moda é difícil encontrar alguém assim dedicado. Deixei um coraçãozinho raspado no molho do meu butter paneer como um grande obrigada pela experiência que ele me proporcionou.
IMG_2494
Melhor lanche da tarde: O Ernesto leva o prêmio de melhor lanche da tarde por três motivos – o lugar agradabilíssimo; o sanduíche de vegetais assados e o café sempre maravilhoso.
IMG_2752
Melhor barganha: Nessa última viagem pra Israel fui bastante em cidades palestinas. Cada cidade é super diferente, mas elas todas tem uma coisa em comum: a comida é incrível. Na primeira semana que voltei já estava com saudades, mas por sorte esbarrei no Arabeske. O Arabeske é um self service que tem comida árabe e brasileira por 36 reais o kg. Não precisa nem dizer que isso em Brasília, uma cidade morta de cara, é uma pechincha. O falafel, o babaganoush e a carne de panela valem demais a ida.
IMG_8198
Melhor lugar para petiscos e bebidas: Eu adorei o bar do qu1nto. Adorei! Eles merecem uma menção honrosa pelo ragu no pão de queijo e os drinks coloridos. E também amo o Pinella por conta da música, da quantidade absurda de cervejas diferentes e do carpaccio que derrete na boca. Mas quem leva o primeiro lugar de petiscos da cidade é o Parilla Madrid. O rodízio de tapas é maravilhoso, e se você não estiver com tanta fome assim o pastel de queijo do reino e a croqueta de jamón y pollo vão super bem com a sangria por 10 reais que eles servem no happy hour!
FullSizeRender (26)
Bonus point:
Por último, mesmo sem entrar em nenhuma categoria, minha sugestão de bônus vai para o “almoço no Cobogó mercado de objetos”. A fraldinha mal passada com batatas rústicas e aioli por 15 reais me fazem feliz toda terça feira. O lugar fica em frente a uma árvore maravilhosa que, como eles mesmo dizem, é a “melhor sombra da Asa Norte”.
IMG_2712

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s