Cuscuz de farinha d’água

fullsizerender-32

Depois de cinco meses morando em Israel, eu estava convicta de que não sentia falta de comida brasileira. Podia viver a base de hummus, shakshuka e bons restaurantes. Não queria ficar pelo resto da vida sem um peixe frito com açaí, claro, mas no dia a dia o máximo de saudades que sentia era da praticidade de um pão de queijo na rua.

Até que a minha mãe foi me visitar e levou uma sacola de chocolate recheado de cupuaçu. Esse é um doce que você acha em qualquer lugar em Belém, redondinho, escondido num mar de celofane verde (ou vermelho) em formato de bombom-laço, tipo de embalagem antiga que não se acha mais. O chocolate é hidrogenado até dizer chega, para nunca derreter no calor de Belém, e entre esse maravilhoso chocolate e o cupuaçu do recheio fica um biscoito maravilhoso, crocante e amanteigado, que não tem twix que barre.

Como uma boa pessoa ofereci primeiro aos meus amigos que sairiam para jantar comigo aquela noite. Eu tenho disso – amo ser a pessoa que apresenta novidades gastronômicas. Mas, para a minha surpresa ninguém amou, pelo contrário, reclamaram da qualidade do chocolate, do azedo da fruta desconhecida do recheio e uma amiga, ex-amiga agora, deixou metade do chocolate lá para “não estragar o paladar com doce antes do jantar”.

Enfim, superei e seguimos para o restaurante. Quando cheguei em casa fui guardar o resto dos bombons, sem perder a chance de comer um antes de ir pra cama. Já na primeira mordida senti meus os olhos encherem de lágrimas, toda aquela falta de saudade que eu dizia estar, bateu em cheio com o azedinho do cupuaçu, e me levou de volta para o calor de casa, o calor de Belém que te afaga o coração.

Terminei o chocolate, que já não era mais chocolate e sim uma experiência transcendental, com a saudade explodindo, e pensei – falta de paladar é quem não sente as estações das docas, a chuva da tarde e o aeroporto Val de Cans quando come um desse.

E aqui fica outra receita que me faz sentir falta de Belém diariamente:

Cuscuz de farinha d’água

2 copos de farinha d’água, de preferência de Bragança

1/2 cebola branca picada em cubinhos

1/2 cebola roxa picada em cubinhos

1 tomate picado em cubinhos

1/3 de pimentão amarelo

1/3 de pimentão vermelho

2 colheres de cebolinha picada

1 colher de coentro picado

2 colheres de suco de limão

4 colheres de azeite

3 colheres de vinagre branco

2 colheres de água

Sal e pimenta a gosto

Como fazer:

Misture todos os vegetais com os temperos, a água, o azeite e o vinagre e depois adicione a farinha d’água, mexendo com um garfo.

Sirva com um bom peixe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s