Creme de milho

IMG_9876

Foi um daqueles infortúnios: o prato de todo mundo veio bom, menos o meu. Casualidades – almoço e assunto seguiram, misturei meu risoto com o molho para dar algum gosto e procurei lembrar o que tinha comido no restaurante da última vez que tinha ido – seria outro risoto com filé e molho doce, o prato mais típico e chato de Brasília?
Por sorte o revés do meu prato me deu um prazer muito maior do que teria sido uma refeição incrível na minha frente – a amiga sentada ao meu lado lembrou qual tinha sido a primeira coisa que cozinhei para ela – um frango assado com creme de milho gratinado. Meus olhos se encheram com essa lembrança, que eu já tinha esquecido, claro. Que afago foi ver alguém lembrar de algo que fiz há tanto tempo! Aquela foi minha fase de brincar com a combinação imbatível frango caipira e milho fresco; foram muitas polentas, cremes e espigas torradas com manteigas diferentes. Naquele dia em especial também fiz, com os miúdos, uma farofa de pão maravilhosa que comi com um ovo caipira frito de gema bem mole. Que excelente momento na cozinha foi aquele.
E de repente o amigo do outro lado me disse que a primeira coisa que cozinhei para ele foi uma pasta Alla Norma, no segundo semestre de faculdade, há cinco anos atrás, quando eu tinha acabado de descobrir que o mundo era muito mais vasto do que o molho quatro queijos. Outro afago. Como que alguém se lembra de algo que comeu há tanto tempo? Em especial esses dois, a quem eu tive o prazer de cozinhar para tantas outras vezes.
De coração satisfeito pedi a conta – o rumo das recordações daquele almoço já era outro, afinal não vou lembrar de jeito nenhum do prato ruim que comi, mas sim daquela troca de memória afetiva que me transportou direto para a mesa de vidro na cozinha pequeníssima e sem janelas do meu primeiro apartamento, que hoje é só saudade.

Creme de milho gratinado
Ingredientes (para duas pessoas):
4 milhos na espiga
2 colheres generosas de manteiga
50 ml de creme de leite – se puder ser fresco, melhor
1 concha da água do cozimento
Sal e pimenta
50 gr de parmesão ralado na hora – quanto mais fino melhor

Como fazer:
Com uma faca de serra, tire todo o milho da espiga e coloque para cozinhar em água com bastante sal, pode colocar o milho na água com ela fria mesmo e aquecer tudo junto e cozinhe por 20 minutos.
Depois desse tempo coloque todos os ingredientes em um liquidificador, menos o sal e o parmesão e bata no mais fraco, até que vire um creme, mas não o suficiente para quebrar todo o milho – a intenção é ter uns pedacinhos inteiros por ali.
Em seguida prove para sal, como a água é salgada, é bem capaz que não precise de mais.
Depois é só colocar em uma assadeira, gosto de fazer uma camada bem fina para caber bastante queijo em cima e levar para o forno até dourar, o que pode ser feito com o grill do forno. Como o meu novo forno não tem grill, ele não gratinou direito, mas fica uma delícia igual!
Sirva!

IMG_9885

One thought on “Creme de milho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s