O repolho cozido por oito horas

Tinha mais de mês que eu procurava aquele colar de pérolas falsas e seda que comprei em uma loja na parte mais alta da cidade antiga de Yaffo. Bem, a segunda parte mais alta, a mais alta mesmo fica a um lance de escadas dali, na ponte dos desejos, onde você deve colocar a mão … Continuar lendo

O timing do Al Limone

A primeira vez que comi um spaghetti al limone foi quando minha mãe fez para um almoço de domingo há pelo menos uma década atrás. Eu, viciada em molho quatro queijos, reclamei horrores e fiquei pensando que ideia horrorosa era aquela de colocar limão no macarrão. Admito que a Esther criança era mais amarga que … Continuar lendo

Amatriciana, empatia e gastronomia social

Na minha última viagem para Tel Aviv tive o prazer de conseguir finalmente comer a comida do Chefs for Peace em um restaurante pop up no mercado Sarona, lugar que sofreu um fatal atentado terrorista ainda esse ano. Chefs for Peace é uma organização israelense-palestina de cozinheiros que procuram promover a paz através da comida, … Continuar lendo

Perdida em Tel Aviv

Se tem uma coisa que me possui de rancor é pedir uma coca e escutar: “só tem pepsi”. Então quando a garçonete do restaurante “Porto” me passou essa informação fechei ainda mais minha cara para aquele lugar quente, com música alta e comecei a questionar se o meu amigo que marcou o aniversário ali valia … Continuar lendo